Estudante brasileira é vítima de violência doméstica nos EUA; ex-namorado está preso

26/09/2018



Rio – Melissa Gentz, de 22 anos, foi mais uma vítima da violência contra a mulher. A estudante, que atualmente mora em Tampa, na Flórida, nos Estados Unidos, denunciou as agressões realizadas pelo seu ex-namorado, Erick Bretz, de 25 anos. Naturais de Belo Horizonte, os dois saíram do país para estudar e tinham uma relação há três meses.

O crime aconteceu no último domingo, quando Melissa estava na casa de Erick assistindo um filme. Segunda a estudante, o ex-namorado, que toma remédios controlados, começou a beber e a ter um comportamento agressivo. A briga teria começado por conta do celular da jovem, que já foi motivo de outras discussões. Erick insistiu em pegar o celular de Melissa, que não entregou e começou a falar que iria embora. O ex-namorado foi ficando cada vez mais elétrico e agressivo, até que começou a bater em Melissa.

Erick a empurrou várias vezes, prendeu sua cabeça entre as pernas e apertou, bateu com a cabeça dela no chão e a arrastou pela casa puxando o cabelo da jovem. Imagens divulgadas por Melissa mostram tufos de cabelo pelo apartamento e os graves ferimentos provocados pelo agressor.

Melissa chegou a gravar uma parte da briga, onde é possível ver Erick a chamando de burra e que ela deveria aceitar essa situação pelo fato de ser mulher:

“Por que você é tão burra assim? Para de fazer burrice. Você não tem noção nenhuma. Já te falei, para de ser burra! (…) Você não aceita o homem que tem mais dominância que você. Você não aceita, você acha que é o homem da relação. Mas você não é, você é uma mulher, tem que aceitar isso!”, gritava Erick.

Com muito custo, Melissa conseguiu se livrar de Erick e correr para o banheiro, mas o agressor conseguiu arrombar a porta. Desesperada, ela acabou entregando o celular e correu para a portaria do prédio. Lá, o porteiro chamou a polícia e a ambulância para socorrê-la.

Melissa retornou ao apartamento no mesmo dia acompanhada de policiais, que prenderam Erick por agressão. Para sair da cadeia, ele terá que pagar uma fiança de US$ 60 mil dólares, equivalente a cerca de R$ 2.240 mil, e deverá entregar o seu passaporte às autoridades para responder ao processo em solo americano. Ele está preso por violência doméstica por estrangulamento e intimidação da vítima.

Melissa conta que houve outros episódios de ciúmes. Em uma publicação nas redes sociais, ela conta sobre reclamações que eram feitas sobre suas fotos, mensagens do WhatsApp e comentários.

“Estou repostando essa foto porque o meu ex namorado deletou ela sem eu ver. Ele disse que mulher com namorado não podia ter foto “mostrando os seios” no Instagram”, escreveu.

“Eu peço que TODAS as mulheres possam ter força e coragem para terminar relacionamentos abusivos como o meu último. Começou com reclamações das minhas fotos no Instagram, depois dos comentários nas fotos, mensagens que eu recebia no WhatsApp… até que ele me pegou pelo cabelo e disse que eu precisava aceitar minha realidade porque eu era a mulher da relação”, revelou Melissa, que ainda fez um alerta:

“Um homem que te trata assim não te respeita e não te vê nem como ser humano. Ele não vai mudar. Se coloque em primeiro lugar sempre antes que seja tarde demais”.

1_qqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqq-8107804

Fonte: https://odia.ig.com.br/brasil/2018/09/5578181-estudante-brasileira-e-vitima-de-violencia-domestica-nos-eua-ex-namorado-esta-preso.html#foto=1